Kamagra 100mg Teilen,Kamagra Apotheke kamagra apotheke Kamagra Shop,Kamagra Shop 24 kamagra shop Kamagra Bestellen Auf Rechnung,Kamagra Bestellen Deutschland kamagra kaufen deutschland Cialis bestellen: Wo geht das sicher und ohne Rezept cialis bestellen ? Cialis 20mg kaufen | Cialis kaufen direkt aus Deutschland | ohne Rezept cialis 20mg ? Cialis 20mg kaufen | Cialis kaufen direkt aus Deutschland | ohne Rezept cialis 20 mg kaufen Kamagra 100mg Preis,Kamagra 100mg Tabletten kamagra tabletten

Contato :   (92) 3302-5115      (92) 98137-9040

Kamagra Naisille,Kamagra Oral Jelly Naisille,Kamagra 100mg kamagra naisille Levitra Generico Precio levitra precio levitra belgie,levitra kopen,levitra generiek levitra generiek Levitra 10 Mg Kopen,levitra 10 Mg Ervaringen,levitra 10 Mg,levitra 10 Mg Bayer levitra 20 mg kopen Levitra Hinta Suomessa levitra hinta Cialis en ligne, achat Viagra sans ordonnance, acheter Cialis en ligne viagra sans ordonnance Comment utiliser Kamagra Jelly kamagra effet

Aluno só pode ser jubilado após ter garantido o direito de ampla defesa e do contraditório

Aluno só pode ser jubilado após ter garantido o direito de ampla defesa e do contraditório

Um aluno do curso de Direito da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) teve seu recurso de apelação, que tinha como objetivo anular o ato administrativo da UFAM que o excluiu do quadro de discentes da Universidade, provido pela 5ª Turma do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1).

Após não obter sucesso diante do juízo da 1ª Instância, o apelante, que ficou quatro semestres sem se matricular, recorreu ao Tribunal sustentando que o ato que o impediu de efetivar sua matrícula nas disciplinas do primeiro período letivo de 2016 é ilegal, pois não foi notificado em tempo hábil para apresentar recurso administrativo.

Ao analisar o caso, o relator, desembargador federal Souza Prudente, destacou que “a pretensão recursal merece prosperar, uma vez que, para a imposição de qualquer sanção é necessário que seja garantido ao imputado o exercício das garantias constitucionais da ampla defesa e do contraditório, dando-se a ele plena ciência da imputação que lhe é feita, bem como de todas as provas, tornando-se possível ao acusado contraditá-las, seja na esfera judicial ou administrativa (CF/88, artigo 5º, LIV e LV), hipótese não verificada nos autos”.

Para o magistrado, ainda que se reconheça a legitimidade da adoção de critérios para o desligamento de alunos, em obediência à autonomia didático-científica e administrativa conferida às universidades, essa regra não é absoluta e deve observar as garantias constitucionais da ampla defesa e do contraditório, asseguradas a todos os litigantes, na esfera judicial ou administrativa, sobretudo no caso dos autos, em que o autor está na iminência de sofrer desligamento.

Com isso, a Turma deu provimento ao recurso de apelação do aluno, reformando a sentença recorrida nos termos do voto do relator.

Processo nº: 0007323-35.2016.4.01.3200/AM
Data de julgamento: 18/07/2018
Data de publicação: 03/08/2018

LC

FONTE: Assessoria de Comunicação Social

Tribunal Regional Federal da 1ª Região

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *